Renan Santos

Conversas sobre trabalho com Renan Santos

Renan Santos participa do Conversas sobre trabalho, um espaço para falarmos sobre os aspectos das nossas atividades profissionais em um mundo que muda cada vez mais rápido e de forma cada vez mais profunda.

Perfil

Renan Santos

Nome: Renan Santos
Se formou em: Me formei em Design Gráfico com ênfase em digital (mas não recomendo!!).
É conhecido por ser: Depende pra quem você pergunta, já me chamaram de fofinho, fresco (por odiar banana, açaí e azeitona), fácil de lidar…
Odeia demais: Falta de noção, infelizmente algumas pessoas não tem noção… Designers se achando artista…
 Banana, açaí e azeitona (me julguem)
Ama muito: Minha família, Vancouver e o que eu faço =]
Fica feliz quando:
 Tomo um bom café…
Tem medo de: 
Dessas perguntas, de ficar sem internet PRA SEMPRE (filme de terror né?), ser chato pra caraleo…
Não tem medo de: 
De gente….

Entrevista

No que você trabalha atualmente?


Renan Santos – Atualmente estou trabalhando como Ux/Ui para uma empresa em Vancouver/Canadá que tem uma plataforma digital para transporte de grandes cargas na América do Norte e também tem um e-commerce de materiais de construção.

Como você entrou nessa atividade profissional?


Renan Santos – Meu pai trabalhava em uma agência de publicidade offline especializada em PDV, e estava tentando me convencer a entrar no mercado de publicidade offline, mas naquela época nunca me interessei muito pelo offline, comecei a fazer cursos e aprendi programação, configurar rede, configurar banco de dados e até um pouco de eletrônica… mas no curso existia uma matéria que era “web design”, então foi ai que tudo começou =].

O que mais gosta no que faz profissionalmente?


Renan Santos – Difícil de responder, por que tem tanta coisa, mas acho que no fundo seria lidar com pessoas, aprender e cocriar com elas no processo, confesso que acredito que nem todo mundo está preparado para a cocriação e Design Thinking, o discurso é bonito mas na prática pode ser bemmmm problemático, mas essa é outra discussão rsrsr.

Qual foi o projeto mais interessante que você trabalhou até hoje? Como foi?


Renan Santos – Acho que até agora foi o PagSeguro como um todo, quando entrei no projeto era algo bem pequeno e cresceu muito e mudou muito rápido em todos os sentidos, e a cada mudança existia a dificuldade de adaptação e entendimento daquela nova situação, foi algo bem intenso e um aprendizado inestimável, conheci ótimas pessoas onde consegui aprender muito.

Qual foi a situação mais difícil que você passou na sua carreira até hoje e como você lidou com ela e/ou o que aprendeu de mais relevante?


Renan Santos – Acho que a situação mais difícil está sendo agora, outro país (Canadá), que tem uma sociedade que é multicultural, onde não falam a minha primeira língua e com pessoas com diferentes backgrounds e costumes. Você aprende a cada dia a lidar com esse “novo” contexto, acho que o mais relevante que aprendi é que temos sim muitos preconceitos e muito a aprender e você precisa se manter aberto a escutar, entender e aprender. Empatia reina….

Que conselho daria para quem está começando agora uma carreira profissional?


Renan Santos – RUNNNN!!!!! 
Zuera, acho que um conselho que eu gostaria de receber quando eu estava começando é não perca tempo julgando o trabalho de outros designers, tente entender o contexto dele e como foi o processo, porque SIM, você vai fazer coisas das quais não tem orgulho, você vai ter que se adaptar a limitações impostas. Você conseguiria fazer melhor? Talvez, é fácil falar que sim sem estar no projeto…

O que te faria contratar alguém para trabalhar com você?

Renan Santos – 
Já contratei algumas pessoas, e é algo extremamente difícil!
 Mas basicamente você precisa entender quem é aquela pessoa na fila do pão.
 Pra mim o mais importante sempre foi buscar pessoas que tinham grande força de vontade e buscavam o trabalho em equipe em prol de desenvolver algo maior, mesmo não tendo a melhor capacidade técnica.
 Grande parte do trabalho é lidar com diversas pessoas, o que muitas vezes acontece é que a pessoa tem alto nível técnico ou tem um posicionamento de “Designer Artista”, mas não tem a menor empatia e senso de grupo.

Que profissional ou profissionais você considera referência na sua área de atuação? Por que?


Renan Santos – Puts tem vários, mas cada um tem um aspecto diferente, seria meio injusto fazer uma lista e deixar algumas pessoas de fora T_T (se eu esquecer de alguém vou me sentir mal =P).

Onde você busca informações para aprender mais ou se manter atualizado sobre sua profissão?


Renan Santos – Normalmente pesquiso bastante, depende do meu contexto e projeto.
 Algumas fontes que eu dou uma checada regularmente são:

 Muzli (tem uma atualização constante e com bastante material técnico, inspirações, etc., e o plugin do Chrome me serve muito bem e você pode adicionar sites ao seu feed)
; e a Lu Terceiro (Ela sempre posta links úteis com frequência no Facebook, normalmente relacionado sobre a área de design e tem uns resumos de palestras em desenho que ela faz, caso você não consiga ir em alguns eventos).

Como você explicaria o seu trabalho para alguém que nunca ouviu sobre isso?


Renan Santos – Já passei bastante por isso e normalmente sem sucesso.
 Basicamente eu falo o seguinte “pensa em um app/site/aplicação que você gosta. Então uma parte do meu trabalho é fazer o que você vê no app/site/aplicação com ajuda de outras pessoas, mas o mais importante no meu trabalho é a parte que você não vê! Que é todo o processo de decisões que levaram até ao que você está interagindo”. Depois você reza pra pessoa começar a entender, normalmente vem uma avalanche de perguntas…

Dentro do que você faz profissionalmente, o que considera sua missão ou o propósito mais importante?

Renan Santos – 
Acho que isso vai mudando com o tempo, hoje eu diria que é construir conexões e buscar novos meios de solucionar problemas existentes.

Como você imagina que será sua atividade profissional daqui a 20 anos?



Renan Santos – Acho que a essência poderá continuar, mas será muito diferente do que é hoje, o digital e o mundo está em constante mudança e transformação. Hoje somos muito limitados a tela, ao touch, mas creio que no futuro será bem diferente.

Se pudesse ensinar uma única coisa para uma criança hoje que a ajudasse em sua atividade profissional no futuro, o que ensinaria?



Renan Santos – Eu a ensinaria a desconstruir conceitos pré moldados. A destruição de algo ou de um conceito é parte do processo de criação do novo, e naturalmente você deixa de questionar algo quando você está muito habituado a ele. Acho que as crianças nascem com esse questionamento e vão perdendo ao longo do tempo, mas é algo extremamente importante no processo criativo.

Que serviços ou empresas você admira por oferecer um excelente serviço atualmente?

Renan Santos – 

Nenhuma!!!! Calma, vem comigo que eu explico. Oferecer um excelente serviço ou admirar uma empresa é algo muito relativo, depende do seu nível de exigência, critério de avaliação e principalmente a sua própria experiência com aquela marca e/ou serviço. Claro que existem serviços e empresas com diferenciais, por exemplo eu acho muito interessante a http://www.mesa.do/, porém não diria que seria uma admiração e sim uma curiosidade pela proposta deles e como eles se propõe a resolver problemas, então uma dica é “admire menos” e seja curioso, mas questione, sempre.

E por onde podemos seguir você?

Renan Santos – 
Não sou a pessoa de postar muito nas redes sociais. Então se você estiver aqui em Vancouver ou mesmo com dúvidas entra em contato pelo e-mail: renanfsdesign@gmail.com; ou pelo Facebook; Instagram e Linkedin (preciso atualizar).

E meu muito obrigado Renan por ter aceitado ter essa conversa!

Publicado por

Heller

Eterno Aprendiz. Apaixonado pela Vida. Designer. User Experience. Design de Serviço. Inovação. Tecnologia. E Outras Coisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *